Política

Toque de recolher termina a partir da próxima segunda-feira dia 23

Limitação da capacidade máxima em estabelecimentos e protocolos de biossegurança não serão extintos

Publicada em 17/08/21 às 10:53h - 72 visualizações

por Expressão Naviraí - Canal de Tv Local de Naviraí


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)

O toque de recolher estará extinto a partir da próxima segunda-feira (23) em Mato Grosso do Sul, de acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Corrêa Riedel.

Após um ano e cinco meses de restrição de horário noturno, o toque de recolher vai até às 5h da próxima segunda-feira (23) em todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

Últimas notícias

“A partir da próxima segunda, os estabelecimentos poderão funcionar em qualquer horário. Não terá mais limitação de horário a partir de segunda-feira. Permanece como está até segunda e a partir de então não terá mais a variável de horário relacionado as bandeiras”, afirma Riedel.

A decisão foi tomada em razão do avanço do processo de imunização em Mato Grosso do Sul, que contribui para a queda no número de casos confirmados, mortes, taxa de contágio e internações. A medida tem o apoio do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

“A gente precisa agora apontar novos caminhos no sentido de distensionar e flexibilizar algumas ações principalmente setores que tiveram de fato perdas importantes ao longo da pandemia".

De acordo com o secretário, municípios tem autonomia para tomarem suas próprias decisões. Além disso, limitação da capacidade máxima em locais e protocolos de biossegurança como uso de máscara e distanciamento social permanecem obrigatórios.

A capacidade máxima em locais permanece conforme a bandeira de cada município: bandeira cinza 30%, vermelha 50%, laranja 70%, amarela 90% e verde livre.

O secretário municipal de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, apoia o fim do toque de recolher.

"Para a segurança pública, essa medida será bem-vinda caso ela ocorra, e a decisão seja tomada baseada em dados técnicos ao comitê em que esses números são avaliados pelo gabinete do prefeito".

De acordo com Valério Azambuja, a Guarda Civil Metropolitana (GCM) substituirá a ronda noturna do toque de recolher à outras funções.

"Logo as ações que estavam sendo feitas nesse período, serão direcionadas para a segurança escolar, segurança dos terminais, distribuição das vacinas e outras ações que a guarda possa atuar".

Toque de recolher

O toque de recolher está vigente desde março de 2020 em Mato Grosso do Sul, início do surto da Covid-19.

Campo Grande está na bandeira vermelha do mapa do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), o que indica grau alto de risco para Covid-19. Portanto, o toque de recolher vigente na Capital é das 22h às 5h e vai até a próxima segunda-feira (23).

Uma força-tarefa que une a Guarda Civil Metropolitana (GCM), Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran) faz a ronda noturna durante o toque de recolher em Campo Grande.

Órgão de Defesa do Consumidor (Procon), Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (SEMADUR) e Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS) também entram na lista.

Fonte Correio do Estado




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Visitas: 26829   Usuários Online: 16

Nosso Whatsapp

 (67)9.9633-7191

Copyright (c) 2021 - Expressão Naviraí - Canal de Tv Local de Naviraí